MP recomenda suspensão imediata de cirurgias em hospital de Nova Friburgo

Flávia Villela - Repórter da Agência Brasil

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro recomendou, nessa quinta-feira (8), que a prefeitura de Nova Friburgo, a Secretaria Municipal de Saúde e a direção-geral do Hospital Municipal Raul Sertã suspendam imediatamente a realização de cirurgias eletivas na unidade. De acordo com a denúncia de médicos do hospital, possíveis irregularidades no funcionamento da Central de Materiais e Esterilização podem elevar a incidência de complicações operatórias infecciosas.

A partir da representação de médicos do Hospital Municipal Raul Sertã, a 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Nova Friburgo instaurou inquérito civil para investigar as condições de funcionamento da central.

O MP fluminense recomendou a suspensão das cirurgias, enquanto não se regularize as condições da central e determinou realização de vistoria por parte da Vigilância Sanitária estadual. Para não suspender os procedimentos já agendados, o MP sugeriu o encaminhamento dos instrumentos cirúrgicos para outras centrais de esterilização, localizadas na cidade.

O município de Nova Friburgo, a Secretaria Municipal de Saúde e a direção-geral do Hospital Municipal Raul Sertã têm três dias para esclarecimentos sobre a adoção da Recomendação. Contatada pela Agência Brasil, a prefeitura de Nova Friburgo não havia se manifestado até a publicação da matéria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos