Governo começa a liberar recursos para financiar a safra agrícola 2017/2018

Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil

O governo federal começa a liberar hoje (3) recursos para financiar a próxima safra agrícola. Ao todo, serão liberados R$ 190,25 bilhões, destinados, pelo governo federal, a operações de custeio, comercialização e investimento, por meio do Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018.

O Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018 reduziu em um ponto percentual ao ano as taxas de juros das linhas de custeio e de investimento e em dois pontos percentuais ao ano as taxas dos programas voltados à armazenagem e à inovação tecnológica na agricultura. A expectativa é que, com isso, a colheita supere 240 milhões de toneladas de grãos.

O volume de crédito para custeio e comercialização é de R$ 150,25 bilhões, sendo R$ 116,25 bilhões com juros controlados e R$ 34 bilhões com juros livres. O montante para investimento saltou de R$ 34,05 bilhões para R$ 38,15 bilhões, com aumento de 12%.

No crédito de custeio e de investimento, os juros caíram de 8,5% ao ano e 9,5% ao ano para 7,5% e 8,5%, à exceção do Programa de Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) e do Inovagro, programa que tem entre os objetivos financiar equipamentos de agricultura de precisão, nos quais a taxa foi fixada em 6,5% ao ano.

O limite de financiamento de custeio será de R$ 3 milhões por produtor, por ano-agrícola, segundo informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no lançamento do Plano. Para o médio produtor, o limite será de R$ 1,5 milhão, com prazo de pagamento de 14 meses para produtores de grãos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos