PUBLICIDADE
Topo

Maior central de atacadistas da América Latina pode mudar de lugar em São Paulo

Camila Boehm - Repórter da Agência Brasil

07/07/2017 18h55

Um acordo de cooperação foi firmado ontem (6) entre União, governo do estado e prefeitura da capital para avaliar uma possível transferência de local do Entreposto Terminal São Paulo, que fica na Vila Leopoldina, zona oeste do município, informou a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). Inaugurada em 1966, esta é a maior central de abastecimento atacadista de frutas, legumes, verduras, flores, pescados e diversos da América Latina. No atual local, na Vila Leopoldina, 15 mil caminhões trafegam diariamente pelas vias do bairro, o que prejudica o trânsito e aumenta a poluição. A região é considerada a mais poluída da cidade. O acordo prevê que a área onde está instalada atualmente a Ceagesp será destinada à implantação de um parque tecnológico. Divulgação/Ceagesp O protocolo foi assinado pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi; o secretário de estado da Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Arnaldo Jardim; o prefeito da capital João Doria; e o presidente da Ceagesp, Johnni Hunter Nogueira. De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), ao qual a Ceagesp é vinculada, o acordo prevê que a área atual do entreposto será destinada à implantação de um parque tecnológico. Segundo o ministro Blairo Maggi, este futuro parque contribuirá para as atividades desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), também vinculada ao ministério. O entendimento prevê a criação de dois grupos de trabalho que vão atuar em conjunto: um deles contará com representantes dos dirigentes da Ceagesp para pesquisar a melhor área a possível transferência, tendo em vista as condições geográficas, de logística e infraestrutura necessárias para o novo local, enquanto o outro grupo vai elaborar um estudo sobre o que fazer com a área atual. Por meio de nota, a Ceagesp informou que o acordo prevê apenas um levantamento preliminar e que não há previsão de mudança de local antes da conclusão do estudo. Também ressaltou que o acordo de cooperação não tem relação com os investimentos do Novo Entreposto São Paulo (Nesp), que prevê a construção de um equipamento privado semelhante na zona norte da cidade.

A Ceagesp informou ainda que, na reunião, não estavam donos de box da companhia e que os comerciantes e empresários instalados no entreposto "serão consultados oportunamente sobre essa possível mudança".