Polícia Federal prende homem que mantinha material pornográfico em casa

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou hoje (13) uma nova fase da Operação Proteção Integral, com o objetivo de identificar distribuidores de arquivos contendo imagens pornográficas e de abuso sexual de crianças e adolescentes pela internet. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão na grande São Paulo e efetuada a prisão, em flagrante, de um homem que mantinha em sua casa material pornográfico contendo imagens de crianças e adolescentes.

Desde o início da operação, em maio, já foram constatados vários compartilhamentos de material ilícito por usuários da internet. Em apenas um dos casos, uma pessoa baixou 98.625 arquivos com conteúdo de cenas de sexo explícito ou pornográfico envolvendo criança ou adolescente.

A PF não divulgou o nome do homem preso em flagrante, mas informou que ele é funcionário da Fundação Casa, instituição voltada ao atendimento de jovens privados de liberdade. O órgão vai apurar se o material apreendido pode ter alguma vinculação de abusos a menores da unidade onde ele trabalha.

As penas previstas pelos crimes de posse e compartilhamento de imagens pornográficas contendo crianças e adolescentes podem alcançar dez anos de prisão.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos