Presidente da Alerj, Jorge Picciani é operado para retirar câncer na bexiga

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Durou seis horas e meia a cirurgia do presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, realizada hoje (18). Os médicos Fernando Vaz e Carlos Villas Boas retiraram a bexiga e a próstata e fizeram a limpeza dos nódulos linfáticos para impedir metástase em outras partes do corpo. Também foi feita a reconstrução da bexiga a partir de um pedaço de 40cm retirado do intestino delgado.

Picciani está no Hospital Copa Star, em Copacabana, zona sul do Rio, onde deve permanecer por cerca de 15 dias. Segundo o médico Fernando Vaz, o câncer estava concentrado apenas na bexiga, não tendo atingido nenhuma outra área do corpo.  O médico explicou ainda que a retirada da próstata nesses casos é recomendável por ser alta a possibilidade de câncer futuro no órgão.

Depois da cirurgia, o político foi internado na UTI, onde ficará de dois a quatro dias. Será alimentado por via venosa até que seu intestino volte a funcionar, o que costuma ocorrer, segundo os médicos, em até seis dias. De acordo com Fernando Vaz, "a alta do hospital, se tudo correr bem, deve acontecer até o fim de julho e a recuperação total, não havendo nenhuma intercorrência, dentro de mais um mês", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos