MPF em São Paulo cria força-tarefa para atuar na Operação Lava Jato

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República (PGR) autorizou a criação de uma força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo que se dedicará às investigações da Operação Lava Jato no estado. O grupo será composto por quatro procuradores e atuará cível e criminalmente nos desdobramentos das delações de executivos da construtora Odebrecht, nos casos enviados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para a Justiça Federal na capital paulista.

"A força-tarefa recém-formada se diferencia da conhecida estrutura existente em Curitiba, visto que os procuradores de São Paulo não terão dedicação exclusiva à operação, acumulando seus demais procedimentos", explicou em nota o MPF em São Paulo.

Foram designados para a força-tarefa os procuradores Thiago Lacerda Nobre, José Roberto Pimenta Oliveira, Anamara Osório Silva e Thaméa Danelon Valiengo. Os últimos três integram também o Núcleo de Combate à Corrupção da Procuradoria da República em São Paulo. Os procuradores atuarão em 28 petições encaminhadas pelo STF para a primeira instância da Justiça Federal de São Paulo.

Entre as investigações repassadas, estão pagamentos indevidos a agentes públicos nas obras da linha dois do Metrô de São Paulo, e o pagamento, por parte do Grupo Odebrecht, de uma espécie de mesada em favor de José Ferreira da Silva (Frei Chico), irmão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos