Plano para combater roubo de cargas no RJ deverá ser anunciado na próxima semana

Cristina Índio do Brasil - Repórter da Agência Brasil

Representantes de 30 setores da iniciativa privada reuniram-se hoje (21) com o governador em exercício, Francisco Dornelles, para discutir o plano de enfrentamento ao roubo de cargas no Rio de Janeiro. As linhas gerais do plano, elaborado pela Secretaria de Estado de Segurança, foram apresentadas pelo subsecretário de Comando e Controle da Secretaria de Segurança, delegado Rodrigo Alves.  A ideia do governo é buscar contribuições da iniciativa privada ao conjunto de medidas para que o plano seja anunciado até o fim da próxima semana.

Segundo o secretário da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, os ajustes finais do plano serão feitos na próxima semana. Ele contou que a estrutura desenhada pela Secretaria de Segurança será analisada com a colaboração de entidades empresariais. Participaram do encontro representantes da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e do Sistema Fecomércio-RJ. Ao longo da próxima semana, haverá ainda reuniões com as polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal.

"Até sexta-feira serão anunciados o plano e o valor do seu orçamento. Enquanto não temos os recursos da recuperação fiscal, o governador nos autorizou a remanejar recursos, de áreas meio, visando a dar às polícias um orçamento específico para essas operações", informou o secretário.

Dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) apontam que foram registrados 1.037 crimes deste tipo em maio, 49% a mais do que no mesmo período do ano passado. De acordo com a Federação do Transporte de Cargas do Estado do Rio de Janeiro (Fetranscarga), no ano passado os prejuízos com os roubos de carga foram em torno de R$ 1 bilhão e poderão aumentar cerca de 30% em 2017.

Para o governador em exercício, o combate a este tipo de crime dever ser tratado como prioridade. "O problema de roubo de carga atinge o coração do desenvolvimento do Rio e precisa de prioridade" disse Dornelles. O comandante da Polícia Militar, coronel Wolney Dias, o chefe de Polícia Civil, Carlos Leba, e o superintendente da Polícia Rodoviária Federal no Rio, José Roberto Gonçalves de Lima Neto, também participaram da reunião.

Integração

O subsecretário Rodrigo Alves informou que será criado um grupo integrado de enfrentamento ao roubo de cargas, que funcionará no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). Ele terá a participação das polícias Civil e Militar e do Instituto de Segurança Pública (ISP). O governo estadual quer contar ainda com o trabalho das polícias Federal e Rodoviária Federal, da Secretaria Nacional de Segurança Pública, da Força Nacional, de prefeituras fluminenses e de representantes do empresariado.

A prevenção aos roubos de carga é uma das ações previstas dentro do Plano Nacional de Segurança, definidas na reunião de ontem (20), no Palácio do Planalto, entre o presidente Michel Temer e o governador do estado, Luiz Fernando Pezão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos