Autoridade do Legado Olímpico pede que PF apure incêndio ocorrido em velódromo

Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil

A Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) informou que tomou as medidas legais cabíveis até o momento para as apurações do incêndio que ocorreu na madrugada deste domingo (30), no Velódromo do Parque Olímpico da Barra, na zona oeste do Rio. Segundo o órgão, houve, inclusive, registro de ocorrência na Polícia Federal, porque atingiu uma instalação federal sob a responsabilidade da autarquia.

A Polícia Civil informou que o registro foi realizado na 16ª DP (Barra da Tijuca) e que deu início às diligências preliminares. Após perícia no local, o caso foi registrado, inicialmente, como incêndio culposo. O procedimento será encaminhado para a 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) que irá continuar com a apuração dos fatos.

A AGLO acrescentou que a avaliação preliminar de peritos da Polícia Civil que estiveram no local aponta que a causa do incêndio foi externa. Em princípio, também foi descartado qualquer dano de natureza hidráulica ou elétrica e, dessa forma, não há comprometimento do sistema de refrigeração do velódromo. Isso é fundamental para a conservação da instalação esportiva, que segue funcionando com a temperatura adequada à madeira siberiana que compõe a pista de ciclismo.

Ainda conforme as avaliações preliminares da polícia, os danos internos são decorrentes da queima da cobertura do equipamento e da água utilizada para apagar o incêndio. Além da Polícia Civil, a Defesa Civil fez vistoria no local.

Depois dos trabalhos dos bombeiros, o acesso ao velódromo foi liberado pela corporação para que a equipe da AGLO, pudesse coordenar as primeiras ações de limpeza com apoio da Comlurb e de servidores municipais.

A autarquia informou ainda que o campeonato de karatê organizado pela federação da categoria, previsto para hoje no local, foi transferido para o próximo domingo (6) e vai ocorrer na Arena 1 do parque.

A AGLO lembrou que o velódromo foi palco de recordes olímpicos nos Jogos Rio 2016, e em junho passado sediou um campeonato estadual de ciclismo de pista com 120 atletas. Além disso, integrou um evento de passeio ciclístico com mais de 500 ciclistas durante o Rio Bike Fest. O espaço é utilizado, ainda, para treinos de atletas de alto rendimento às terças-feiras, quintas-feiras e finais de semana, e serve para realização de projeto de inclusão social supervisionado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos