Na véspera de votação, Temer diz que irá "recolocar o Brasil nos trilhos"

Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil

Na véspera da sessão da Câmara marcada para decidir pelo prosseguimento ou não da denúncia contra o presidente Michel Temer pelo suposto crime de corrupção passiva, ele exaltou o trabalho que vem realizando desde sua chegada à presidência da República. Desta vez, afirmou que o mote do seu governo é "recolocar o Brasil nos trilhos" para o seu sucessor.

Temer discursou durante evento de anúncio da autorização para abertura de 11 novos cursos de medicina. "Este gesto, agora, da Educação e da Saúde, fazem aquilo que é também mote do nosso governo, ou seja, recolocar o Brasil nos trilhos para que, com os trilhos aprumados, quem chegar em 2019 possa dirigir a locomotiva sem nenhum acidente nessa ferrovia".

Temer deixou o Salão Leste do Palácio do Planalto demonstrando otimismo com a votação de amanhã. À distância, disse para jornalistas que a obrigação de formar o quórum mínimo de 342 deputados para realizar a votação é da oposição e acenou positivamente quando perguntado se está confiante para a sessão de amanhã.

Em todos os eventos que tem participado, o presidente vem exaltando as ações dos 14 meses de seu governo. Hoje, repetiu o discurso positivo e falou novamente da reforma trabalhista que, segundo ele, vai "empregar as pessoas sem violar nenhum direito do trabalhador"; Também mencionou as mudanças do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) que permitirão a oferta de 100 mil vagas a juro zero.  "Na verdade é a nossa vocação, nosso trabalho visando o social".

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos