Revitalização do Parque do Queimado permitirá integração social na Bahia

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

Recursos não reembolsáveis do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no valor de R$ 8,3 milhões, vão permitir a reforma e revitalização de quatro prédios históricos do Parque do Queimado, em Salvador, área atualmente degradada e com elevado índice de violência. O anúncio foi feito hoje (4), no Rio de Janeiro. No local, funcionará a sede do Programa Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis (Neojiba), ligado à Secretaria Estadual de Justiça Social da Bahia e administrado pela sociedade civil desde 2010, por meio do Instituto de Ação Social pela Música (IASPM).

A diretora institucional do IASPM, Elizabeth Pontes, salientou em entrevista à Agência Brasil que para a entidade e o governo da Bahia "é uma alegria" contar com apoio do banco para a revitalização do Parque do Queimado, reconhecido como patrimônio histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), e onde será instalada a futura sede do Neojiba, com espaço para apresentações musicais e oficinas, o que garantirá a continuidade do programa nas próximas décadas.

Hoje (4), o programa está comemorando dez anos de existência. Elizabeth Pontes disse à Agência Brasil que, nesse período, o programa atendeu a mais de 4,3 mil crianças e jovens em 12 núcleos, localizados em cinco cidades do estado.

"O balanço desses dez anos é muito positivo. A orquestra juvenil da Bahia, que é um grupo do Neojiba, já realizou sete turnês internacionais. Um marco realmente na área orquestral brasileira, com grandes solistas, em mais de oito países da Europa e das Américas. Agora, nesses dez anos, a gente ter essa notícia de que finalmente vai conseguir dar para o Neojiba um pouco do que falta, que é essa infraestrutura adaptada para as nossas atividades, é mais um pouco dessa celebração. É um acontecimento merecido pelo histórico do Neojiba", analisou.

Inovação

A diretora do IASPM destacou que apesar de ser um programa do governo da Bahia, o Neojiba é uma política pública inovadora, porque é gerido pela sociedade civil e conta com apoio e patrocínio de empresas privadas para sua manutenção.

O Neojiba promove a integração social de crianças e jovens por meio da música. "Ele é aberto a todas as crianças, adolescentes e jovens da Bahia que queiram ter essa oportunidade de se desenvolver por meio da prática musical coletiva. O objetivo do programa é a prática musical coletiva para que a criança e o jovem tenham a experiência transformadora de fazer parte de um grupo musical, seja uma orquestra, um coral, uma banda sinfônica, um grupo de violões", informou.

Um dos núcleos do Neojiba se dedica à gestão e formação profissional. Esse núcleo conta atualmente com duas orquestras e um coro juvenis, que reúne jovens mais avançados na música e que já atuam também como multiplicadores, disseminando o conhecimento musical que receberam no programa. Outros núcleos se dedicam à prática musical e estão presentes em cinco municípios baianos, "onde as crianças aprende m música do zero, com auxílio desses jovens multiplicadores, além de uma equipe capacitada do instituto", disse Elizabeth Pontes.

Restauro

Os recursos do BNDES correspondem a 52% do investimento total e são não reembolsáveis, no âmbito da Lei Rouanet. O projeto envolve aspectos sociais, culturais e de restauro do patrimônio histórico. A revitalização dos bairros da Caixa D?Água e Liberdade constitui um dos aspectos importantes do projeto.

Segundo informou o BNDES, por meio de sua assessoria de imprensa, o projeto de arquitetura, aprovado pelo Iphan, prevê a construção de uma sala de espetáculos para música de câmara, com capacidade para 140 espectadores; um prédio com saguão de entrada, bilheteria, loja, bastidores, depósito para instrumentos e banheiros; um edifício com salas de ensaio de 180 metros quadrados e 300 metros quadrados e banheiros; e outra construção com 15 salas de ensaio, dotada de isolamento térmico e acústico e depósitos para instrumentos.

O início das obras está programado para setembro próximo, com expectativa de conclusão em um ano, disse a diretora institucional do IASPM.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos