PUBLICIDADE
Topo

Banco do Brics já aprovou 11 projetos para financiamentos no valor de US$ 3 bi

Ana Cristina Campos - Enviada especial da Agência Brasil*

31/08/2017 08h16

O vice-presidente para Risco, Estratégia, Parcerias e Pesquisas do Novo Banco de Desenvolvimento, também conhecido como Banco do Brics, Paulo Nogueira Batista Júnior, informou hoje (31) que a instituição aprovou nessa quarta-feira (30) quatro novos projetos (dois na China, um na Índia e outro na Rússia), o que eleva para 11 o número de empréstimos concedidos desde que o banco entrou em operação em 2015. O valor total dos financiamentos é de US$ 3 bilhões. Com sede em Xangai, o banco financia projetos de infraestrutura e de desenvolvimento sustentável nos países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África da Sul), mas as operações podem ser estendidas a nações em desenvolvimento que desejem fazer empréstimos com a instituição. O executivo também informou que o banco está planejando incorporar novos membros. "Já começamos a discutir com países potencialmente interessados", disse. "O banco vai expandir gradualmente o número de membros. Não temos ainda capacidade operacional de absorver muitos de uma vez. A expectativa é de que, no final de 2021, o banco terá presença em todas as regiões do mundo". Em abril, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou acordo com o Novo Banco de Desenvolvimento, que prevê empréstimo inicial no valor de US$ 300 milhões para apoio a investimentos em geração de energias renováveis no Brasil. "Há novos projetos em discussão sendo estudados para o Brasil", disse Batista Júnior. *A repórter viajou a convite do Centro de Imprensa China-América Latina e Caribe