Ataques a prédios e veículos da PM são registrados em Santa Catarina

Daniel Isaia - Correspondente da Agência Brasil

Ataques criminosos a prédios, veículos e casas de integrantes de forças de segurança pública foram registrados em 11 cidades de Santa Catarina entre a noite de ontem (31) e a madrugada de hoje (1º). Os episódios ocorreram nos municípios de Florianópolis, São José, Joinville, Criciúma, Camboriú, Palhoça, Navegantes, Araranguá, Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva e Balneário Gaivota.

A maioria dos atos consistiram em incendiar veículos que estavam estacionados nos pátios dos órgãos de segurança. Também foram registrados incêndios criminosos em prédios públicos e residências, além de dois casos em que homens arremessaram coquetéis molotov contra bases das polícias catarinenses.

Em Florianópolis, uma base da Polícia Militar foi alvejada por pelo menos dez tiros no começo da madrugada. Testemunhas afirmam que os disparos foram efetuados por dois homens que fugiram em uma motocicleta. No momento do ataque, não havia ninguém dentro do prédio.

Apesar do número elevado de ataques em todo o estado, ninguém ficou ferido.

Segurança reforçada

A Polícia Militar emitiu nota informando que intensificou as operações policiais para o enfrentamento da criminalidade, "principalmente relacionados aos acontecimentos recentes, envolvendo membros e instalações dos órgãos de segurança pública".

O documento afirma ainda que "ataques aos órgãos de segurança pública afrontam a sociedade catarinense, a ordem pública e a paz social".

A PM informou que apura as ocorrências, mas não divulgou as estratégias que usará para impedir novos ataques para não prejudicar o andamento das operações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos