Policiais civis são suspeitos de extorquir criminosos no Rio

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

A Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro e o Ministério Público Estadual (MP) fazem hoje (5) uma operação para prender quatro policiais civis suspeitos de extorquir criminosos. Segundo o MP, os agentes levantavam informações sobre pessoas envolvidas com atividades ilícitas e depois passavam a exigir dinheiro para que elas não fossem presas.

Também estão sendo cumpridos mandados contra duas pessoas que atuavam como informantes desses policiais.

O esquema começou dentro da Delegacia de Santa Cruz (36ª DP) e continuou após a transferência do grupo para a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA) de Niterói, a partir de maio.

Em uma das ações, os policiais extorquiram uma mulher que dirigia um carro roubado. Quando os agentes souberam da informação, eles abordaram a vítima em sua casa e informaram que ela seria presa se não pagasse R$ 10 mil a eles.

De acordo com o MP, em alguns casos, as vítimas eram levadas para dentro da delegacia, sob a ameaça de prisão, e agredidas fisicamente. De acordo com as investigações, os policiais permitiam aos informantes o uso de distintivos e armas de fogo da polícia e até a direção de veículos da instituição para a prática de crimes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos