No Rio, Bienal do Livro reúne autores para homenagear os 100 anos do samba

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil

Os visitantes que forem hoje (8) à Bienal do Livro Rio 2017 poderão acompanhar debates sobre gênero e uma homenagem aos 100 anos do samba, no Café Literário.

Às 17h, está prevista a mesa Concordância de Gêneros, com os escritores Marcelino Freire, Marco Antonio Torres, Lícia Loltran e Marcia Tiburi. A mediação é de Pedro Henrique França, e o encontro vai abordar a diversidade sexual e os obstáculos às liberdades individuais.

Às 19h30, os escritores Luiz Antonio Simas, André Diniz e Marcelo Moutinho homenageiam o centenário do samba, recordando seus grandes nomes, sua importância cultural e suas variedades.

Para ter acesso, é preciso conseguir uma das pulseiras distribuídas uma hora antes da realização das mesas de debate, em um balcão em frente ao Café Literário. A capacidade máxima é de 220 pessoas.

Poesia

Alunos de escolas públicas do ensino médio vão participar às 13h30 de uma competição de poesia, na Arena #SemFiltro, em que os estudantes vão ler, recitar e performar seus textos. Os três melhores serão escolhidos pelo público e premiados por um júri.

Às 18h, autoras que tiveram seus livros adaptados para o cinema, a TV e o teatro vão bater papo com o público, e às 19h30, o ator e escritor Lázaro Ramos dará uma palestra.

No caso da Arena #SemFiltro, a capacidade de público é de 400 pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos