Ex-consultor comercial da Embraer depõe à Justiça Federal no Rio

Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil

O ex-consultor de vendas Elio Moti Sonnenfeld depôs nesta quinta-feira (14) ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Câmara Federal Criminal, em investigação referente ao pagamento de propinas ao governo da República Dominicana para viabilizar a venda de aeronaves.

Sonnenfeld atuava como consultor comercial da Embraer fazendo contatos em diversos países para possibilitar a venda de aviões. Ele é colaborador da Justiça e confirmou que houve repasse de dinheiro a autoridades dominicanas, em 2008, para garantir a comercialização de oito aviões militares àquele país.

Em outubro de 2016, a Embraer fechou um acordo judicial de US$ 206 milhões com autoridades dos Estados Unidos e do Brasil para encerrar um caso de investigação de corrupção internacional de agentes seus na venda de aviões a diversos países.

O acordo de encerramento do caso foi feito com autoridades dos EUA, incluindo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos e Securities and Exchange Comission, e do Brasil: Ministério Público Federal e Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Na época, a Embraer assumiu que foi responsável por ações irregulares em quatro transações entre 2007 e 2011, na Arábia Saudita, na Índia, em Moçambique e na República Dominicana, totalizando a comercialização de 16 aeronaves.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos