Justiça determina retorno de ex-vereador do Rio para presídio federal

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O juiz da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Rafael Estrela determinou o retorno imediato de Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho, para o presídio federal de Mossoró (RN), a cerca de 2,4 mil  quilômetros da capital fluminense.

Jerominho foi vereador pela Câmara Municipal do Rio e seu irmão, Natalino José Guimarãres, foi deputado estadual. Os dois eram policiais civis e comandavam a milícia Liga da Justiça, a maior da zona oeste do Rio.

O juiz decidiu também manter naquela penitenciária Natalino José Guimarães. Ambos são condenados por formação de quadrilha e envolvimento com milícias.

Em março deste ano, Jerominho havia regressado ao Rio por determinação do juiz federal corregedor do presídio do Rio Grande do Norte.

Condenação

Em março de 2009, a Justiça Estadual do Rio de Janeiro condenou o ex-vereador Jerônimo Guimarães Filho, o Jerominho, e o ex-deputado estadual Natalino Guimarães a10 anos e meio de prisão por formação de quadrilha armada. Eles foram denunciados pelo Ministério Público do Rio como chefes da milícia Liga da Justiça, com atuação na zona oeste do Rio. Além de Natalino e de Jerominho, também foram condenados o ex-policial Ricardo Teixeira Cruz, o Batman, fugitivo de Bangu 8, e o filho de Jerominho, o ex-PM Luciano Guinâncio Guimarães.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos