Hospital Universitário de Brasília promove a 15º Feira de Saúde

Wendel Sousa*

Começou hoje (24), no Pavilhão Anísio Teixeira da Universidade de Brasília (UnB), e prossegue até amanhã, a 15º edição da Feira de Saúde do Hospital Universitário de Brasília (HUB). Neste ano, foram montados 14 espaços para atender ao público, com serviços e ações organizadas por profissionais da unidade, professores e estudantes graduandos e pós-graduandos que fazem parte das Ligas Acadêmicas da UnB.

A feira tem por objetivo promover ações de saúde, além de orientar a população sobre a importância de prevenir doenças. Nesta edição, são esperados cerca de 1000 visitantes, entre estudante do ensino médio das redes pública e privada. O evento é aberto à população.

A coordenadora Fernanda da Rosa, responsável pela Gerencia de Ensino e Pesquisa (GEP) do HUB, disse que outra finalidade é influenciar alunos do ensino médio a seguir cursos na área.

"Aqui, os alunos fazem atividades que geram curiosidade, como conhecer o funcionamento do corpo, do sangue, como ele é composto. Os estandes mostram ainda como usar o microscópio e outras ações podem despertar o interesse pela área da saúde", disse a coordenadora.

A estudante do terceiro ano do ensino médio, Luiza da Rocha, de 17 anos, visitou o local pela primeira vez e falou da importância em divulgar as informações obtidas. "Pretendo passar para frente tudo o que aprendi aqui. A feira me influencia a escolher o curso que quero fazer na universidade" disse.

Para o estudante do segundo ano, Alisson Vinícius, também de 17 anos, as informações sobre o coração são as mais importantes. "Já tive um ataque cardíaco. Por isso, pretendo visitar o estande que fala sobre a prevenção de doenças do coração, para me prevenir."

O atendimento ao público na feira é feito por acadêmicos dos cursos de áreas da saúde. A estudante do 4º semestre do curso de Enfermagem da UnB, Giovana Batista, considera que as ações são muito importantes, tanto para ela, enquanto aluna, como para os visitantes.

"Nossa orientação é ensinar a prevenir as doenças de muita prevalência, que são fáceis de contrair, mas às quais damos pouca importância. Aqui, ensinamos condições higiênicas ideais e respostas para a cura", afirmou.

Segundo a professora de parasitologia da Faculdade de Medicina da UnB, Nadjar Nitz, o evento também gera experiência para os alunos da UnB. A programação segue até amanhã (25). Os horários de atendimento são das 8h às 12h e das 13h às 17.

*Estagiário sob a supervisão de Maria Claudia

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos