Chuva deve chegar hoje à Chapada dos Veadeiros, diz Inmet

Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil

A chuva deve chegar hoje (27) à Chapada dos Veadeiros, contribuindo para o controle do incêndio no Parque Nacional, de acordo com previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).  A região registrou este ano o menor acumulado de chuva para o mês de outubro. A previsão é que a chuva se intensifique no final de semana.

Segundo o Inmet, as chuvas serão causadas pela subida de uma frente fria da Região Sul para a Região Sudeste. São esperadas trovoadas, rajadas de vento que podem ultrapassar os 50 km por hora e descargas elétricas. Hoje, a chuva deve ser de curta duração. A temperatura deve variar de 23ºC a 33ºC e a umidade relativa do ar de 25% a 50%.

As precipitações na Chapada chegaram a 6,5mm, até agora, um valor que representa apenas 5% da média para o mês que é 114,4mm.  A menor média registrada desde 1975 havia sido de 13,6 mm, em outubro 2012.

Segundo a meteorologista consultora do Inmet, Ingrid Peixoto, a baixa de chuvas se deu por uma massa de ar quente e seca, que inviabiliza a formação de nuvens, eleva as temperaturas e baixa a umidade relativa. "Com pouca umidade e temperatura elevada, qualquer ação do homem ou estiagem propicia ocorrência de queimadas", disse. "Se chover hoje, a superfície mais fria vai amenizar o incêndio."

Veranico

O Inmet prevê chuvas para o início de novembro, do dia 1º ao dia 11, com previsão de 50mm nesse período. No entanto, do dia 13 ao dia 25 é possível que a Região Centro-Oeste passe por uma nova estiagem.

"A expectativa é que as chuvas, no início do mês, consigam elevar a umidade relativa e reduzir os focos de incêndio. "Não teremos mais folhas secas acumuladas, que são combustível. Elas estarão molhadas, o que não vai contribuir para mais para incêndios", afirmou Ingrid.

A chuva é muito esperada pela população das cidades da Chapada dos Veadeiros e pelos brigadistas. Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o fogo só será extinto com a chuva. O incêndio que atinge o Parque Nacional começou no dia 17. Antes disso, outro incêndio, iniciado no dia 10, já foi controlado. Até agora, o último incêndio, mais crítico, abrange uma área queimada de 64 mil hectares, o equivalente a 26% da área total do parque.

Distrito Federal

As chuvas do final de novembro também bvão beneficiar o Distrito Federal, que passa por racionamento de água. As precipitações devem elevar o nível dos reservatórios. No DF, a máxima esperada para hoje é de 32ºC e a mínima, 20ºC. A umidade relativa do ar varia de 25% a 75%.

Na região, o mês de outubro acumula  precipitação de chuvas de 13,9 mm, o equivalente a 8% da média para o mês, de 166,6mm. A situação é semelhante a que ocorreu em 1961. O recorde de estiagem em outubro foi registrado em 1980, com 8,4mm.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos