Operações das Forças Armadas no Rio custaram até o momento R$ 25 milhões

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

A mobilização das Forças Armadas no Rio de Janeiro custou de julho deste ano até hoje (27) cerca de R$ 25 milhões aos cofres da União. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo chefe do Estado-Maior Conjunto das Operações em Apoio ao Plano Nacional de Segurança no Rio, almirante Roberto Rossatto. O plano prevê gastos de até R$ 47 milhões.

Hoje, as Forças Armadas fizeram uma ação conjunta com as polícias estaduais do Rio no complexo do São Carlos e no Morro da Mineira, na região central do Rio de Janeiro. O objetivo era prender suspeitos de envolvimento na disputa pelos pontos de venda de drogas da Rocinha, iniciada em setembro. Dezesseis pessoas foram presas.

O Plano Nacional de Segurança no Rio começou no final de julho deste ano. A maior operação foi uma ocupação de uma semana da comunidade da Rocinha, no final de setembro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos