Famílias de agentes mortos em serviço no Rio receberão pensão com rapidez

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Os familiares de agentes de segurança do estado do Rio de Janeiro mortos em serviço receberão o pagamento de pensões com rapidez. Essa é a finalidade da lei sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão e publicada hoje (10) no Diário Oficial.

Uma das principais determinações da medida é que os documentos necessários para o requerimento do benefício - como o exame cadavérico e registro de ocorrência - sejam enviados pela polícia diretamente ao órgão responsável pela pensão. Atualmente, os parentes do agente são responsáveis por obter os documentos.

Segundo a deputada estadual Martha Rocha, coautora do projeto, "a intenção é diminuir o sofrimento das famílias que, na maioria das vezes, enfrentam uma enorme burocracia, aumentando ainda mais a dor da perda".

A medida vale para policiais civis e militares, bombeiros militares, agentes penitenciários da Secretaria dos Agentes Penitenciários (Seap) e do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase).

 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos