Unesco confirma ex-ministra francesa como nova diretora-geral da organização

Da EFE

Conferência Geral da Unesco confirma a ex-ministra da Cultura da França Audrey Azoulay para dirigir o órgãoIan Langsdon/EFE/EPA/direitos reservados

A Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) confirmou nesta sexta-feira (10) a escolha da ex-ministra da Cultura da França Audrey Azoulay para comandar o organismo durante os próximos quatro anos. As informações são da EFE

O principal órgão reitor da Unesco validou a decisão do último dia 13 de outubro do Conselho Executivo da agência. Hoje, Azoulay, que precisava de 76 votos para ser eleita, obteve 131 a favor e apenas 19 contra.

Em toda a história da Unesco, fundada em 1945, a Conferência Geral nunca rejeitou o candidato eleito previamente, razão pela qual sua vitória era dada como certa.

Azoulay, de 45 anos, assumirá o cargo no próximo dia 15 em substituição à búlgara Irina Bokova, que esteve no comando da Unesco durante oito anos.

A francesa chega ao cargo em um momento crítico, menos de um mês depois que os Estados Unidos e Israel anunciaram a saída do órgão por descontentamentos com seu funcionamento e sua suposta "tendência antiisraelense".

*É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos