Agência Nacional de Águas inaugura prédios sustentáveis em Brasília

Andreia Verdélio - Repórter da Agência Brasil

Novos prédios da ANA captam energia solar e usam água da chuva em sanitáriosMarcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Águas (ANA) inaugurou hoje (1º) mais dois prédios em sua sede, no Complexo Administrativo do Setor Policial, em Brasília. Os novos blocos foram construídos usando várias tecnologias sustentáveis, para otimizar os recursos ambientais e financeiros nas novas edificações.

Entre as tecnologias aplicadas nos novos prédios estão captação de água da chuva para uso nos vasos sanitários, banheiros com mictórios com reaproveitamento de água das pias, utilização de placas fotovoltaicas para captação de energia solar, iluminação automática com sensor de presença e lâmpadas de LED, entre outras.

Os blocos foram construídos para abrigar cerca de 350 servidores que trabalhavam em um prédio alugado em outro setor. "Essa divisão dificultava os processos cotidianos e o convívio entre os servidores", disse o diretor-presidente da ANA, Vicente Andreu. O projeto custou R$ 14 milhões à ANA e foi executado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), empresa do governo do Distrito Federal.

O projeto executivo dos dois blocos precisou ser alterado para não comprometer as raízes de uma sucupira branca. Como árvores em estágio inicial de desenvolvimento precisaram ser retiradas para a obra, a Novacap se prontificou a ceder novas mudas de espécies do Cerrado para o complexo.

Para a construção das novas edificações, a ANA também levou em consideração pelo menos quatro eixos temáticos da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), projeto do Ministério do Meio Ambiente e adotado na agência. São eles: compras e licitações públicas sustentáveis, qualidade de vida no ambiente de trabalho, construções sustentáveis e uso racional dos recursos naturais e bens públicos.

Além dos edifícios, a ANA inaugurou um espaço de convivência para os servidores, o Ponto de Encontro Ney Murtha, em homenagem ao servidor, falecido em 20 de outubro, durante voo de parapente em Quixadá, no Ceará. Para o ano que vem, está prevista a licitação do projeto Praça Sustentável, que busca atender demandas de quem trabalha no complexo, como refeitório, redário, espaços para dança e para jogos , além de outras opções para estimular a convivência e o bem-estar de quem fica no trabalho durante o horário de almoço e fora dos horários de expediente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos