Arquidiocese participa da campanha contra câncer de pele, no Rio

Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil

Com o slogan Cristo Redentor adverte: Se exponha, mas não se queime, a Arquidiocese do Rio de Janeiro está se unindo ao movimento Dezembro Laranja, pelo conscientização sobre os riscos do câncer de pele. Neste sábado (2) o monumento do Cristo Redentor vai receber iluminação laranja, das 17 às 19h, para também alertar a sociedade para os riscos de contrair a doença.

Segundo informações da Arquidiocese do Rio de Janeiro, a iniciativa também  está vinculada ao Movimento Dezembro Laranja, promovido pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), desenvolvida desde 2014, com a implementação de ações voltadas à conscientização sobre as necessidades da prevenção e do diagnóstico precoce da doença, incluindo a importância da fotoproteção para a redução dos riscos.

Além da iluminação do Cristo Redentor, até as 15h de hoje cerca de 3 mil dermatologistas voluntários estarão prestando atendimento, esclarecimentos e aconselhamentos quanto a importância de adotar medidas preventivas.

A incidência da doença

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) mostram que todos os anos surgem mais de 176 mil casos da câncer de pele, o de maior incidência no país. Pela primeira vez este ano a campanha vai continuar durante todo o verão, trazendo diferentes ações voltadas para a população, tanto na internet, como nas ruas, praias e parques.

"Se exponha, mas não se queime", com o slogan a campanha pretende conscientizar e educar as pessoas sobre os riscos do câncer de pele decorrentes da exposição excessiva ao sol sem proteção, lembrando que o filtro solar não é o único cuidado contra a radiação ultravioleta.

A mensagem visa atingir, sobretudo, quem trabalha sob sol, pessoas em seu cotidiano profissional e em momentos de lazer. "Queremos divulgar para a população, especialmente para os trabalhadores que desempenham suas funções expostas ao sol, como carteiros, vendedores ambulantes, operários da construção civil, feirantes e outros, sobre as  medidas de preventivas", ressalta o presidente da SBD, José Antonio Sanches.

A recomendação é de que se use equipamentos de proteção individual, chapéus de abas largas, óculos escuros, roupas que cubram boa parte do corpo e protetores solares com fator mínimo de proteção solar  30, principalmente nos horários de maior insolação: das 10h às 16h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos