Acidentes nas estradas paulistas deixam 17 mortos durante o feriado do Ano-Novo

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

Entre a 0h do dia 29 de dezembro e as 23h59 de ontem (1º), aconteceram 604 acidentes nas estradas paulistas, sendo 380 sem vítimas e 224 com vítimas. No total, 17 pessoas morreram, 60 ficaram gravemente feridas e 295 tiveram ferimentos leves. Os dados são do Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) em sistema de contagem feita em parceria com o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-SP) e Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

A Polícia Rodoviária informou que não fez o comparativo com o mesmo período do ano passado porque, na virada de 2016 para 2017, o feriado caiu em um domingo. Segundo a corporação, a maioria dos acidentes poderia ter sido evitada, porque grande parte das ocorrências foi causada por atos de imprudência, negligência ou imperícia dos condutores ou pedestres.

Das 17 mortes, três foram de pessoas atropeladas enquanto tentavam atravessar as rodovias. Sete pessoas morreram em colisões motivadas por ultrapassagens proibidas e excesso de velocidade. De um total de 16.862 autuações, 1.873 ocorreram por ultrapassagens feitas na contramão. Além disso, 20 mil veículos circulando com excesso de velocidade foram flagrados por meio de imagens de radar.

Os casos de motoristas dirigindo sob o efeito de álcool ou de drogas resultaram em 389 autuações. Um total de 4,4 mil motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro, dos quais dez acabaram autuados pelo crime de embriaguez ao volante.

Durante a Operação Ano-Novo, também foram recolhidos 1.116 documentos de veículos e apreendidas 745 carteiras de habilitação. Além disso, 123 veículos foram removidos aos pátios. Foram ainda apreendidos 313 quilos de drogas ilícitas e presas 38 pessoas, entre as quais quatro procuradas pela Justiça. As abordagens possibilitaram a recuperação de 15 veículos roubados.

Rodovias Anhanguera e Bandeirantes

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, foram registrados 100 acidentes durante a operação, quase o dobro do número da virada de 2016 para 2017 (56). De acordo com o balanço da concessionária AutoBAn, o número de feridos também aumentou, passando de 35 para 63, mas não houve nenhuma morte. No mesmo período de um ano atrás, um dos acidentes deixou um morto.

No total, circularam 525 mil veículos tanto rumo ao interior paulista quanto em direção à cidade de São Paulo, um pouco abaixo do total da virada anterior (561 mil).

Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto

Nos quatro pedágios do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto passaram 735 mil veículos, sendo 398 mil em direção ao Alto Tietê, Vale do Paraíba, Litoral Norte e às cidades de Campos do Jordão e do Rio de Janeiro. O restante seguiu no sentido São Paulo. A concessionária Ecopistas informou que ocorreram 20 acidentes com seis pessoas feridas levemente e duas com ferimentos moderados.

Movimento no caminho das praias

A concessionária Ecovias registrou a descida de mais de 684 mil veículos pelo Sistema Anchieta-Imigrantes, a caminho das praias do litoral paulista entre a 0h de terça-feira (26) até o início da madrugada de hoje (2) . Em sentido oposto, subiram a serra 461 mil veículos. Durante esse período ocorreram 160 acidentes com 27 feridos e uma morte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos