Crivella libera R$ 10,3 milhões para escolas do grupo de acesso, mirins e blocos

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Federação de Blocos terá uma parte dos R$ 10,3 milhões liberados pela prefeitura  (Arquivo/Agência Brasil)

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou hoje (4), a liberação de R$ 10,3 milhões para as escolas de samba dos grupos de acesso e mirins e para a Federação de Blocos do Rio de Janeiro. O prefeito também isentou essas agremiações de repassarem à prefeitura 8% do valor arrecadado com a venda de ingressos para os desfiles na Marquês de Sapucaí, estimado em cerca de R$ 200 mil.

Em nota, a prefeitura informou, ainda, que conseguiu, por meio da Empresa de Turismo do Rio (Riotur), o patrocínio de R$ 3,5 milhões do aplicativo Uber, que garante a montagem de toda a infraestrutura para os desfiles das escolas de samba do grupo de acesso, que se apresentarão na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, zona norte da cidade.

Crivella lamentou que não teve dinheiro para pagar a subvenção integralmente. "A minha responsabilidade como prefeito é enorme, não posso deixar faltar remédios nos hospitais, não posso deixar os alunos sem merenda. Eu garanto para vocês que vou me empenhar ao máximo para conseguir mais verbas para o carnaval", disse o prefeito na nota.

O prefeito voltou a lembrar que assumiu a prefeitura com um déficit orçamentário de R$ 4 bilhões e que pagou R$ 1 bilhão em juros das dívidas do município em 2017, e que, para esse ano, está previsto o pagamento de mais R$ 1,2 bilhão.

O repasse da verba está previsto para o dia 15 de janeiro.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos