Samba e orquestra encerram hoje réveillon e abrem carnaval do Rio

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

Praia de Copacabana sediará hoje Encontro do Samba reunindo música popular e orquestra na abertura do carnaval   Tânia Rêgo/Agência Brasil

A programação do Réveillon da prefeitura do Rio de Janeiro será encerrada com chave de ouro neste sábado (6) à noite, na praia de Copacabana, com o Encontro do Samba. Reunirá mais de mil ritmistas das 13 escolas de samba do grupo especial com 59 músicos da Orquestra Sinfônica Petrobras em um evento inédito. A orquestra será regida pela maestro Isaac Karabtchevsky.

O encontro integra o calendário Rio de Janeiro a Janeiro, no qual o projeto foi incluído por sugestão do cenógrafo Abel Gomes, diretor de eventos como a abertura da Olimpíada Rio 2016.

"O prefeito Marcelo Crivella abraçou a ideia desde o início, junto com a Riotur, entendendo a importância de nós homenagearmos o samba e, muito estrategicamente, pela data do evento", destacou, em entrevista à Agência Brasil, o presidente da Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro (Riotur), Marcelo Alves.

Explicou que a realização do evento uma semana após o Réveillon aproveita a mesma estrutura da festa, como palco e som. O objetivo maior, disse ele, é que o turista que veio para os festejos da virada do ano no Rio de Janeiro fique mais uma semana na cidade. "Está acontecendo. Os números comprovam isso. Boa parte dos turistas continua na cidade, unindo o útil ao agradável".

Escolas sairão da Princesa Isabel

Hoje, ritmistas sairão da Avenida Princesa Isabel, no Leme. Eles são das escolas Império Serrano, Paraíso do Tuiuti, Unidos de Vila Isabel, União da Ilha do Governador, Acadêmicos do Grande Rio, Estação Primeira de Mangueira e Mocidade Independente de Padre Miguel. Outro grupo seguirá pela Rua Siqueira Campos, no Posto 3, reunindo integrantes das baterias da Unidos da Tijuca, São Clemente, Imperatriz Leopoldinense, Beija Flor de Nilópolis, Acadêmicos do Salgueiro e Portela.

O encontro será no palco principal na Avenida Atlântica, próximo à Rua Rodolfo Dantas, em frente ao Copacabana Palace Hotel, onde os ritmistas se juntarão à Orquestra Sinfônica Petrobras, às 19h.

O público poderá assistir ainda aos shows musicais dos artistas Alcione, Diogo Nogueira, Iza e Martinho da Vila. "Vai ser um momento apoteótico. A gente vai transformar Copacabana em uma Sapucaí", salientou o presidente da Riotur.

Marcelo Alves observou que, se o Encontro do Samba encerrará a programação do Réveillon, no próximo dia 8 a prefeitura iniciará a programação do carnaval.

"O Encontro do Samba fecha a nossa programação do Réveillon e abre a programação de carnaval, já com blocos na rua. A cidade já começa a respirar carnaval. Então, a gente antecipa o carnaval, não mais em fevereiro, e o carnaval já começa na cidade na semana que vem", manifestou Alves.

Metrô terá hoje trens extras

O Metrô do Rio de Janeiro terá operação especial para facilitar a participação popular no encontro das baterias das escolas de samba em Copacabana neste sábado.

A concessionária vai oferecer trens extras nas três linhas (1, 2 e 4) e reduzirá intervalo entre as composições, além de ampliar em 20% o número de lugares ofertados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos