Defesa Civil de Petrópolis distribui cartilhas sobre como agir em caso de chuvas

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

A Defesa Civil de Petrópolis, região serrana do Rio, iniciou hoje (9) visitas aos pontos de apoio do município, que servem de abrigo aos moradores, caso tenham de abandonar suas casas às pressas, por causa de desastres naturais. O primeiro ponto de apoio a ser visitado foi a Escola Municipal Alto Independência, no bairro Independência.

Durante a ação da Defesa Civil, moradores e comerciantes estão recebendo cartilhas informativas sobre como agir em caso de chuvas fortes. O órgão municipal também está sinalizando os locais que servem como pontos de apoio. Ao todo, Petrópolis tem 15 pontos de apoio cadastrados na Defesa Civil, nas 12 comunidades que contam com sirenes do Sistema de Alerta e Alarme. Todas as comunidades vão receber a ação.

O secretário de Defesa Civil do município, coronel do Corpo de Bombeiros Paulo Renato Vaz, falou sobre o conteúdo da cartilha: "entre as dicas estão a preparação de um kit de emergência, com alimentos, remédios e material de higiene que deve ficar em um local de fácil acesso; o conserto de vazamentos em reservatórios e caixas-d'água; além de orientar que a população não jogue lixo ou entulho nas encostas".

O secretário Paulo Vaz disse que "é fundamental que os pontos de apoio estejam abertos para atender aos moradores no momento em que a sirene toca. Com a realização das visitas nossa intenção é garantir que tenhamos menos ocorrências até o fim do verão. Os alertas das sirenes são o último aviso de que se deve procurar um local seguro", explicou.

Chuvas no verão

No verão, por causa das fortes chuvas, a região serrana do Rio costuma ter ocorrências de deslizamentos. No final da semana passada, foram três deslizamentos de terra, com queda de árvore e de parte de um muro de contenção. Não houve feridos.

O esquema da Defesa Civil no município conta com 60 agentes em plantão de 24 horas para realizar os atendimentos à população. Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos