Ex-ministro do Exército do governo Collor morre no Rio

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O Comando Militar do Leste (CML) comunicou hoje (16) a morte do ex-ministro do Exército, general Carlos Tinoco Ribeiro Gomes, que comandou a tropa de março de 1990 até outubro de 1992, durante o governo de Fernando Collor de Melo.

O corpo do militar será velado, nesta tarde (16), das 14 às 17 horas, na sede do Comando Militar do Leste, na Praça Duque de Caxias, centro do Rio. Em seguida, o corpo será levado para a cidade de Campos dos Goytacazes, norte fluminense, sua cidade natal, onde será enterrado.

Carlos Tinoco ingressou na Escola Militar do Realengo no Rio de Janeiro em 1946, sendo declarado aspirante a oficial em 1949. Como general de Exército, foi comandante do Comando Militar do Sudeste, com sede em São Paulo. Assumiu o Ministério do Exército em março de 1990, permanecendo no cargo até outubro de 1992.

Ao longo da carreira, recebeu diversas condecorações civis e militares, nacionais e estrangeiras, exercendo inúmeras funções de destaque. O militar, que morreu ontem (15), no Rio de Janeiro, completaria completaria 90 anos no dia 23 deste mês. Ele deixa esposa, dois filhos e netos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos