Número de mortes por febre amarela no estado do Rio sobe para cinco

Cristina Índio do Brasil - Repórter da Agência Brasil

O número de mortes por febre amarela no estado do Rio de Janeiro subiu para cinco, conforme indica o último informe epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES). De acordo com a Subsecretaria de Vigilância em Saúde da secretaria, neste ano foram registrados 13 casos de febre amarela silvestre em humanos no estado.

Em Teresópolis, na Região Serrana, foram três casos, sedo que um deles evolui para óbito. Na cidade de Valença, no sul fluminense foram sete casos confirmados, com três mortes. A doença também foi confirmada em uma pessoa em Nova Friburgo, uma em Petrópolis, ambas na Região Serrana, e um caso que também terminou em morte em Miguel Pereira.

Ontem, a Vigilância Sanitária confirmou o primeiro caso de febre amarela em macacos em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A SES lembrou que os macacos não são responsáveis pela transmissão da doença que é contraída pela picada de mosquitos infectados.

A secretaria recomendou ainda que quem encontrar macacos mortos ou animais que apresentem comportamento anormal, afastado do grupo, com movimentos lentos, "deve informar o mais rápido possível às secretarias de Saúde do município ou do estado do RJ".

Outra recomendação do órgão é para que as pessoas que ainda não se vacinaram, procurem um posto de saúde próximo de casa para se imunizarem. Qualquer dúvida pode ser esclarecida no site www.febreamarelarj.com.br.

Doses

Para reforçar a imunização preventiva da população, Petrópolis recebeu 50 mil doses de vacina contra febre amarela. O município vai participar do dia D de vacinação no sábado (27) que ocorrerá em 92 municípios do Rio de Janeiro. De acordo com a Prefeitura de Petrópolis, o município continuará aplicadando a dose única da vacina que garante proteção contra a doença para toda a vida.

Ainda segundo a prefeitura, a cidade está com 60% da população protegida contra a doença. Já foram aplicadas 194 mil doses. A vacina é oferecida diariamente em 15 unidades de Saúde, das 9h às 17h. É preciso apresentar documento de identificação e, no caso de menores de idade, a caderneta de vacinação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos