Topo

Papa Francisco se despede do Chile desejando "união e paz"

Da EFE

18/01/2018 17h41

O papa Francisco cumprimenta a presidente do Chile, Michelle Bachelet, após missa celebrada pelo pontífice em Lobito Campos, em Iquique, no Norte do paísEFE/ Luca Zennaro/Direitos Reservados  O papa Francisco se despediu do Chile, onde chegou na última segunda-feira (15), desejando "união e paz" para o país em uma mensagem que leu após a missa celebrada na cidade de Iquique, no norte do Chile. As informações são da Agência EFE. Francisco agradeceu à presidente Michelle Bachelet pelo convite e a todos os que fizeram possível a viagem. "Agradeço também o trabalho silencioso de milhares de voluntários", afirmou. Ele também falou das pessoas que o acompanharam na viagem, especialmente com orações, e aquelas que fizeram sacrifícios para participar das celebrações e dos encontros. "Sigo a minha peregrinação para o Peru. Povo amigo e irmão desta grande pátria que somos convidados a cuidar. Uma pátria que encontra a sua beleza no rosto pluriforme dos seus povos", afirmou. O pontífice concluiu a mensagem com o seu habitual: "Rezem por mim". Papamóvel Mais cedo, quando percorria as ruas de Iquique, a última etapa de sua visita ao Chile, Francisco desceu do papamóvel para ajudar uma policial que caiu do cavalo em que estava quando passou ao lado do pontífice. O animal se assustou com a chegada do veículo papal e jogou a agente no chão. Ao perceber o ocorrido, Francisco mandou parar o papamóvel, desceu para saber se ela tinha se machucado e esperou ao lado dela até a chegada de uma ambulância. Os membros das forças de segurança se aproximaram para a ajudar a policial, e o pontífice ficou ao lado dela durante o atendimento. O porta-voz do Vaticano, Greg Burke, explicou que a agente estava consciente e recebeu palavras de consolo de Francisco.   * É proibida a reprodução total ou parcial desse material. Direitos Reservados