Reclamações sobre serviços de telecomunicações caem 17,5% em janeiro

Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou em janeiro redução de 17,5% no número de reclamações de usuários de serviços de telecomunicações, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Os dados, divulgados hoje (28) pela Anatel, mostram que em janeiro foram registradas 270,7 mil reclamações, 57,5 mil a menos do que em igual mês do ano passado.

A telefonia móvel apresentou a maior queda, de 21,3%, com 34 mil reclamações a menos.

Entre os usuários do serviço pós-pago, em janeiro, o maior percentual de queixas foi relativo a cobranças na conta, com 48,03% do total de reclamações. Em segundo lugar, ficaram as queixas relativas às ofertas e promoções (10,20%) e, em terceiro, as relacionadas à qualidade, funcionamento e reparo (10,01%).

Já entre os usuários de aparelhos pré-pagos, o principal motivo de queixa diz respeito a problemas com crédito, que totalizaram 44,51%. Em seguida aparecem reclamações relativas a ofertas e promoções (18,63%). Já as queixas sobre qualidade, funcionamento e reparo representaram 14,57% do total.

A telefonia fixa apresentou redução de 16,9%, como 12,6 mil queixas a menos. As reclamações sobre cobrança aparecem em primeiro lugar, com 36,74%; seguida das queixas sobre qualidade, funcionamento e reparo, com 23,91%, e sobre cancelamento, com 9,08%.

Já a TV por assinatura registrou 3,7 mil queixas a menos, redução de 9%. O item relativo a cobranças, mais uma vez, aparece na frente com 44,44%. O bloqueio ou suspensão do serviço aparece como o segundo motivo de queixa dos usuários do serviço, com 11,57% das reclamações; qualidade, funcionamento e reparo representaram 10,16% das queixas.

No serviço de banda larga fixa, houve redução de 15%, com 7,7 mil reclamações a menos. Qualidade, funcionamento e reparo foram os principais motivos de queixas dos usuários, com 45,98%; seguido de reclamações relativas à cobrança, com 22,42% das queixas, e à instalação ou ativação do serviço (9,04%).

Empresas

Segundo a Anatel, tanto na telefonia móvel quanto na telefonia fixa, quase todos os grupos acompanhados individualmente pela Anatel apresentaram redução nas reclamações em janeiro na compração com o mesmo mês de 2017.

A exceção foi a TIM, que registrou um pequeno aumento. Foram 500 reclamações a mais que no mesmo período do ano passado, um aumento de 0,9%.

Na telefonia móvel, a Vivo apresentou a maior redução no número de queixas. Foram 19,5 mil reclamações a menos, queda de 43,5%. Em seguida vem a Nextel, com menos 4,8 mil reclamações, redução de 43,2%. A Claro aparece em terceiro, com diminuição de 7,4 mil, redução percentual de 22,9%.

A Oi apresentou uma redução de 13,7%, com menos 2,7 mil queixas de clientes sobre o serviço. A operadora apresentou a maior redução nas queixas sobre telefonia fixa, uma queda de 19%, com 7,6 mil reclamações a menos. Em seguida aparece a Vivo com redução de 4,1 mil nas reclamações (queda de 17,4%) e a NET, com menos 1,3 mil reclamações (recuo de 14,5%).

No caso da TV por assinatura, com acréscimo de 1,6 mil reclamações (12,7% a mais), a Sky foi o único grupo que registrou aumento nas queixas em janeiro de 2018 em relação ao mesmo mês do ano passado, de 12,7 % (acréscimo de 1,6 mil reclamações)

No entanto, apesar de o Grupo NET/Claro ter registrado 3,2 mil reclamações a menos, com percentual de queda de 15,7%, a Anatel destaca que, separadamente a NET registrou aumento de 700 queixas e a Claro, redução de 2,5 mil. A Oi teve 1,8 mil queixas, recuo de 37,1% e a Vivo queda de 8,8%, com menos 300 reclamações.

Na comparação entre janeiro de 2018 e janeiro de 2017, a Oi registrou a maior queda, de 28,3%, com menos 6,8 mil reclamações. A Vivo vem em seguida, com menos 2,8 mil queixas, queda de 19%. Já a NET apresentou um acréscimo de 100 reclamações na banda larga fixa, aumento de 1,4%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos