PUBLICIDADE
Topo

Chuvas castigam o Rio de Janeiro e o norte do estado

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

23/03/2018 07h06

Cidades do norte do estado do Rio de Janeiro foram castigadas pelas chuvas de ontem (22) e de quarta-feira (21). Em Macaé, durante três horas na tarde desta quinta-feira, choveu 70 milímetros no distrito de Glicério, o dobro do esperado pela Defesa Civil Municipal. Uma casa foi afetada por uma encosta que desabou na região, mas ninguém ficou ferido, de acordo com a Defesa Civil Municipal. O rio São Pedro transbordou em alguns pontos. Uma casa foi levada pela enxurrada. Na cidade vizinha de Campos, a prefeitura entrou em estágio de atenção. Na quarta-feira, choveu mais 46,7 mm, mais do que o dobro do esperado (20 mm). Em Itaperuna, a chuva provocou alagamentos em diversos pontos do município. Na cidade do Rio, ontem a região mais afetada foi a zona sul. No Vidigal, choveu 132,8 milímetros em 16 horas. A água acumulada desceu o morro em grandes cascatas que caíram sobre a avenida Niemeyer, que liga São Conrado ao Leblon, pelo Vidigal. Outras áreas bastante atingidas foram a Rocinha e Copacabana. Rio é afetado pelas águas Houve pelo menos três deslizamentos de terra no Vidigal, Rocinha ou nas proximidades: um na Niemeyer, outro na estrada da Gávea, que liga a Gávea a São Conrado (pela Rocinha) e a estrada da Canoa, em São Conrado. Os deslizamentos provocaram fechamentos parciais das vias. A cidade ficou todo o dia de ontem em estágio de atenção, só retornando ao estágio de vigilância (normalidade), à 1h45 da madrugada desta sexta-feira.