PUBLICIDADE
Topo

Autoridades manifestam pesar por morte do jornalista Toninho Drummond

Da Agência Brasil

25/03/2018 10h22

Morreu na sexta-feira (23) o ex-diretor da TV Globo em Brasília, o jornalista Antonio Carlos Drummond, conhecido como Toninho Drummond, aos 82 anos, por falência de múltiplos órgãos. Ele estava internado com pneumonia e infecção renal. O jornalista dirigiu por 25 anos a sucursal da emissora em Brasília, até se aposentar, em 2012. O corpo de Drummond será velado na tarde de hoje (25), no Cemitério Campo da Boa Esperança, e será cremado amanhã (26) em Valparaíso (GO). Autoridades se manifestaram ontem em solidariedade à família do jornalista. Na rede social Twitter, o presidente Michel Temer afirmou que Drummond foi um "expoente do jornalismo brasileiro que participou de coberturas importantes no País, sempre com profissionalismo e competência. Meus pensamentos estão com os amigos e os familiares". O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, manifestou seus sentimentos e disse que o jornalista "formou profissionais sempre tendo como princípio a ética e a correção da informação" na mesma rede social. Os irmãos Roberto Irineu, João Roberto e José Roberto Marinho, donos da Rede Globo, soltou nota lamentando a perda e afirmou que "Toninho Drummond foi um dos expoentes da sua geração, honrando a tradição mineira que tão bons jornalistas deu ao país", em referência ao jornalista nascido em Araxá (MG).