Topo

DF lança edital para recuperar Cerrado nas bacias do Descoberto e São Bartolomeu

Ana Cristina Campos - Repórter da Agência Brasil

03/04/2018 18h47

Para recompor a vegetação nativa de áreas degradadas em pequenas propriedades rurais nas bacias dos rios Descoberto e São Bartolomeu, foi lançado hoje (3) o edital Recupera Cerrado, cujo objetivo é apoiar projetos inovadores de recuperação do bioma no Distrito Federal. "As bacias dos rios Descoberto e São Bartolomeu são áreas prioritárias em função da produção de água. Vivemos uma crise hídrica. Então nosso trabalho tem que ser voltado para a recuperação de áreas de nascentes", disse o secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, Igor Tokarski. Serão destinados R$ 1 milhão para o edital, originado pelo depósito de parte do passivo de compensação florestal devido pela Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), primeira instituição devedora a aderir ao programa-piloto. Segundo o governo do DF, as empresas ou instituições devedoras de compensação ambiental são aquelas que licenciam empreendimentos que exigem a retirada de vegetação para fazer estradas, bairros residenciais, condomínios, casas e apartamentos ou para produção agrícola. O diretor de Cadastro e Fomento Florestal do Serviço Florestal Brasileiro, Carlos Eduardo Sturm, destacou a importância de os recursos da compensação florestal serem destinados para projetos de recuperação ambiental. "Uma questão muito importante que essa parceria inaugura é o fato de a gente poder ter recursos da compensação diretamente levados para a recuperação florestal", afirmou. "Essa iniciativa vai contribuir muito para que a gente possa difundir esse modelo em outros estados." O edital é uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente do Distrito Federal (Sema-DF), Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Fundação Banco do Brasil (FBB) e Serviço Florestal Brasileiro (SFB). As propostas com valor mínimo de R$ 300 mil e máximo de R$ 500 mil podem ser encaminhadas por entidades da sociedade civil. As inscrições vão até 4 de junho, e os projetos selecionados terão duração de cinco anos. O edital faz parte do Programa Recupera Cerrado , que consiste em um mecanismo desenvolvido pela Aliança Cerrado, fórum permanente entre sociedade civil e governo, para promover a conservação e a recuperação do bioma.