Lula deixa sede de instituto após decisão de Moro

Elaine Patricia Cruz - Repórter da Agência Brasil

A movimentação na porta do Instituto Lula ficou mais agitada após o juiz Sérgio Moro ter determinado a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ex-presidente, que esteve no instituto durante o dia todo, deixou o local agora, às 18h30, ao lado do advogado, em seu carro, sem falar com a imprensa. Pelo Twitter, o PT informou que haverá um ato hoje (5) às 19h com a presença do ex-presidente no Sindicato dos Metálurgicos no ABC, em São Bernardo do Campo. 

O carro de Lula saiu rapidamente, acompanhado por fotógrafos e alguns curiosos. A ex-presidente Dilma Rousseff esteve com ele o dia todo no instituto.

Vários políticos do PT que estiveram mais cedo no instituto e haviam deixado o local começaram a retornar para o instituto no início da noite de hoje. Um deles foi o senador Lindbergh Farias (RJ), que reclamou da decisão: "A súmula dos embargos dos embargos dava prazo até terça-feira. É um absurdo".

Conforme a decisão, Lula tem até as 17h de amanhã (6) para se apresentar à Polícia Federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos