Rio ganha Quarteirão Cultural Marielle Franco

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Marielle Franco, vereadora do PSOL, foi assassinada a tiros no Rio de Janeiro  Guilherme Cunha/Alerj

A Secretaria Municipal de Cultura do Rio inaugurou ontem à noite (5) o Quarteirão Cultural da Rua Álvaro Alvim, na Cinelândia, que recebeu o nome de Marielle Franco, em homenagem à vereadora, morta no último dia 14.

Ela foi vítima de execução, no bairro do Estácio, no centro do Rio, junto com o motorista Anderson Gomes, que dirigia o carro, que levava a parlamentar para casa, na Tijuca. A placa de inauguração foi instalada na esquina das ruas Álvaro Alvim e Alcindo Guanabara, na lateral da Câmara de Vereadores da Cidade do Rio, onde Marielle exercia seu primeiro mandato.

Situada entre a Rua Alcindo Guanabara e o Passeio Público, a área foi instituída por decreto do prefeito Marcelo Crivella. Este é o primeiro dos Quarteirões Culturais que a Secretaria Municipal de Cultura implantou na cidade, incluindo outras áreas que serão beneficiadas, como o Ponto Chic, em Padre Miguel, a Pedra do Sal, na zona portuária, a Praça Tiradentes, no Centro e o Aterro do Flamengo.

Atividades culturais serão desburocratizadas

O Quarteirão Cultural tem como meta desburocratizar a realização de atividades culturais e artísticas em ruas localizadas em reconhecidos polos de cultura, gastronomia e lazer do Rio.

O decreto dispensa a necessidade de alvará provisório, cria horários especiais de funcionamento e permite a ocupação das ruas e calçadas com mesas e cadeiras, em perímetro definido de modo a facilitar a vida dos produtores culturais e comerciantes destas regiões.

O funcionamento do Quarteirão Cultural Marielle Franco será de quinta a domingo e nos feriados. Os horários são os seguintes: às quintas, de 18h às 22h; sextas, sábados e véspera de feriado, de 18h às 3h do dia seguinte; domingos e feriados, de 12h às 22h. Nestes horários, será proibido o estacionamento de veículos ao longo da rua Álvaro Alvim e Alcindo Guanabara.

De acordo com a secretária municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, "as ruas do Rio de Janeiro têm uma vocação cultural e artística muito forte e consideramos prioritário estimular a ocupação dos espaços públicos pelas diversas linguagens artísticas. Os Quarteirões Culturais surgem com estes objetivos: promover cultura e lazer nas ruas e praças e incrementar a atividade econômica, seja dos produtores culturais, seja do comércio local".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos