Topo

Polícia Militar define locais para manifestantes em frente à PF, em Curitiba

Danyele Soares - Enviada Especial da EBC

07/04/2018 15h12

Com a expectativa da chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Polícia Militar (PM) do Paraná organiza áreas específicas para manifestantes favoráveis e contrários ao ex-presidente em frente ao prédio da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Curitiba (PR) - Manifestantes a favor e contra a prisão de Lula terão locais específicos em frente ao prédioe da Superintendência da Policia Federal no Paraná Marcello Casal Jr/Agência Brasil Os dois grupos ficarão separados por um espaço de 30 metros, entre eles haverá ainda uma barreira de policiais e carros da corporação para assegurar que manifestantes não se encontrem.  O comandante do Batalhão de Polícia de Trânsito, tenente-coronel Polak, explicou que os apoiadores de Lula ficarão próximas ao portão de acesso à Superintendência. Já os opositores deverão se concentrar do outro lado do prédio. Segundo o comandante, a medida serve para evitar confrontos e permitir que possam se manifestar. "Tudo isso é para que eles não se misturem, não fiquem  se degladiando, porque não é isso que nós queremos. A democracia diz que todos nós temos a liberdade de expressão", disse. O militar não revelou o número de policiais que devem trabalhar na operação por questões de segurança. A determinação foi negociada com grupos a favor de Lula que se encontram no local desde a manhã.  A PM evitou dar uma estimativa de manifestantes no local. O comandante informou também que assim que grupos contrários ao petista chegarem na Superintendência serão encaminhados para o local destinado a eles.