Ação da PM em comunidade do Rio não confirma denúncia de sequestro de policial

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Durou mais de 3 horas a operação de três batalhões da Polícia Militar (PM) na favela do Jacarezinho, zona norte do Rio, depois que a Central 190 da corporação recebeu denúncia de que criminosos haviam sequestrado um policial militar perto de um dos acessos ao local, no Buraco do Lacerda, e levado para dentro da comunidade. A denúncia não foi confirmada.

De acordo com a informação recebida pela Central 190, o policial estava de carro e, ao tentar atravessar a via que fica sobre a linha do trem, bandidos viram a farda no banco traseiro do veículo, o que teria motivado o sequestro. No entanto, depois de uma operação com dezenas de militares e apoio de um carro blindado e um helicóptero, o sequestro não foi confirmado. A denúncia dizia que o militar foi levado para dentro de um bar, com grades, onde ficou amarrado e cercado por criminosos armados.

Na ação policial, houve troca de tiros entre os militares e criminosos em três pontos da comunidade. Atingido por bala perdida, um morador do Jacarezinho, Patrick Christian Gonçalves, de 24 anos, ficou ferido nas pernas. Encaminhado ao Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, Patrick foi operado e permanece internado. O estado de saúde dele é considerado estável.

A Avenida dos Democráticos, que passa perto de um dos acessos ao Jacarezinho, ficou interditada por mais de duas horas, por motivo de segurança dos motoristas. A SuperVia interrompeu, por algum tempo, a circulação dos trens da linha auxiliar, devido ao tiroteio na região.

Nota da PM

Em nota, a assessoria da Polícia Militar informou que a Central 190 foi alertada na manhã desta quarta-feira (11) por uma denúncia de que criminosos haviam sequestrado um PM perto da comunidade do Jacarezinho.

De acordo com a nota, a pessoa que fez a denúncia disse que o militar foi levado para o interior da comunidade. Imediatamente, foi desencadeada uma operação e policiais militares de várias unidades foram enviadas ao Jacarezinho, acrescenta o texto. A denúncia não foi confirmada, e a operação já foi finalizada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos