PUBLICIDADE
Topo

Instabilidade faz governo cancelar leilões do Tesouro Direto

25/05/2018 19h57

A instabilidade no mercado financeiro fez o Tesouro Nacional cancelar os leilões do Tesouro Direto - programa de venda de títulos públicos a pessoas físicas - na terça (29) e quarta-feira (30). Em troca, o órgão fará leilões para recomprar ou trocar títulos de segunda (28) a quarta. Em nota, o Tesouro informou que a medida tem por objetivo garantir o bom funcionamento do mercado de títulos públicos e de mercados correlatos, como o secundário, quando os títulos públicos trocam de mãos entre os investidores. Por meio dos leilões de recompra, o governo reduz a volatilidade do mercado ao recomprar papéis de investidores que querem embolsar os rendimentos acumulados antes do vencimento. Foram cancelados os leilões de NTN-B (papel vinculado à inflação), que ocorre às terças-feiras, e os leilões de NTN-F (título prefixado) e de LTN (título corrigido pela Selic), às quartas. O Tesouro recomprará ou trocará NTN-F que vencerão em 2025, 2027 e 2029. As condições serão divulgadas no dia da realização do leilão na página do Tesouro Nacional na internet.