Caminhoneiros desmobilizam bloqueios no Rio e postos voltam ao normal

Depois de dez dias de manifestações nas estradas em todo o país, os caminhoneiros desmobilizaram os bloqueios nas estradas federais que cruzam o estado do Rio de Janeiro. Segundo informação dada hoje (31) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há mais manifestações nas rodovias federais do Rio.

No balanço divulgado no fim da tarde de ontem pela PRF, ainda havia no Rio de Janeiro 14 bloqueios ativos e tinham sido desmobilizados outros 42. Durante todo o período da greve, iniciada na segunda-feira passada (21), os caminhões ficaram parados no acostamento em diversos pontos das rodovias.

Os caminhoneiros impediam a passagem de caminhões, pedindo para que a categoria aderisse à mobilização, mas não chegaram a impedir o trânsito em nenhum local no estado.

A paralisação afetou gravemente o abastecimento de combustíveis e alimentos no estado, levando à redução drástica da circulação do transporte público e ao cancelamento de aulas.

Combustíveis normalizados

A situação nos postos de combustível no Rio de Janeiro já está praticamente normalizada, com todos os postos reabastecidos e sem filas de motoristas.

Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes e de lojas de Conveniência do Município do Rio (Sindcomb), só não foi possível regularizar os estoques ainda para equilibrar a oferta e a demanda devido à corrida dos motoristas e motociclistas para abastecer nesses primeiros dias de reposição dos estoques.

De acordo com a presidente do Sindcomb, Maria Aparecida Siuffo Schneider, o trabalho de reabastecimento dos revendedores continua neste feriado e no fim de semana e a situação deve voltar à completa normalidade até segunda-feira (4).

"A situação se normalizou, mas, devido à demanda reprimida, ainda não temos todos os produtos em vários postos. Acho que até segunda-feira, com as bases trabalhando direto e os consumidores menos apreensivos e abastecidos, voltaremos a normalidade", disse ela.

Segundo balanço da Associação Plural - divulgado pelo sindicato -, feito com as bases e terminais de abastecimento, saíram da Refinaria Duque de Caxias (Reduc), no estado do Rio, 100 caminhões-tanque na segunda-feira (28), 589 na terça-feira e ontem foram 705 no total.

No balanço das bases prioritárias do país, que englobam São Paulo capital, Duque de Caxias, Paulínea, Betim, Araucária e Canoas, que respondem juntas por 75% do fluxo de combustíveis do país, o total foi de 3.309 caminhões no dia de ontem, o que corresponde a 106% do fluxo normal nessas bases.

Quanto à circulação de ônibus, a Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro) informou que a operação do sistema de transporte público está praticamente normalizada tanto no Rio quanto no interior do estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos