DF volta a receber combustíveis, mas motoristas ainda enfrentam filas

Muitos brasilienses iniciaram o feriado de Corpus Christi parados em enormes filas em postos de abastecimento, à espera de gasolinal, apesar dos anúncios oficiais de que, aos poucos, a situação começa a voltar à normalidade,

A falta do combustível é resultado também do desabastecimento de álcool anidro após 11 dias de bloqueios e protestos de caminhoneiros nas rodovias de todo o país. O álcool anidro é misturado à gasolina para baratear o combustível, aumentar sua octanagem e reduzir a emissão de poluentes.

Abastecimento começa a se normalizar, mas ainda há filas (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A expectativa do governo do Distrito Federal é que cerca de 2 milhões de litros do produto sejam entregues até o fim do dia, possibilitando a produção de 10 milhões de litros da mistura e o começo da normalização da situação a partir desta quinta-feira. O Sindicombustíveis-DF informou que ainda está verificando a situação, mas revelou a expectativa de que tudo logo se normalize.

O Gabinete Integrado de Acompanhamento informou, há pouco, que, até as 10h, 1,35 milhão de litros de gasolina já haviam sido entregues aos estabelecimentos do Distrito Federal. Os postos da capital, principalmente os do Plano Piloto, também já voltaram a receber diesel e GLP (gás liquefeito de petróleo).

Embora a Polícia Militar continue disponibilizando escolta para os caminhões, muitos veículos já trafegam sem necessidade de acompanhamento policial. De acordo com o gabinete, já não há manifestantes concentrados perto das distribuidoras, e o tráfego de caminhões flui normalmente pelas vias do Distrito Federal.

Segiundo a Polícia Rodoviária Federal, não há mais registro de pontos de manifestação ou bloqueios nas rodovias locais, e o trânsito flui normalmente.

Segundo a Inframérica, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de Brasília, nove caminhões entregaram querosene de aviação desde ontem (30) e novos carregamentos são aguardados para esta quinta-feira. Entre a meia-noite e as 10h, houve 88 pousos e decolagens no Aeroposto Juscelino Kubitschek. Dois voos foram cancelados e um sofreu atraso. Para a concessionária, o movimento é normal para um feriado.

Ponto facultativo

Para reduzir a circulação de veículos e tentar diminuir a demanda por combustíveis, o governo do Distrito Federal decretou ponto facultativo e a dispensa dos profissionais de serviços públicos não essenciais e na educação.

Com a medida, não haverá atendimento em serviços que não são ininterruptos na saúde, como farmácias, consultas ambulatoriais e unidades básicas. A maioria das escolas já tinha se organizado para não ter atividades na sexta-feira (1º).

Hoje, o sistema público de transporte coletivo funciona com a escala de domingo, com reforço da frota que circula pela Esplanada dos Ministérios, onde fica a Catedral de Brasília. O metrô vai circular das 7 às 21 horas. Amanhã (1), a frota circulará conforme a escala que vigora aos sábados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos