PUBLICIDADE
Topo

Polícia investiga morte de torcedor na região da Tijuca

25/06/2018 20h25

A Delegacia de Homicídios do Rio está analisando imagens de câmeras fixas de TV instaladas na Praça Afonso Pena, na Tijuca, zona norte do Rio, onde o jovem Luiz Gustavo Oliveira da Silva, de 20 anos, foi esfaqueado na última sexta-feira (22), após deixar o Alzirão, onde assistiu a partida entre o Brasil e Costa Rica com amigos. Depois do jogo, eles permaneceram no tradicional ponto de encontro de torcedores do Brasil, até as 20h, quando começou uma confusão generalizada. Luiz Gustavo atravessou a rua onde havia a confusão e disse que iria até lá para apartar a briga entre torcedores. Na confusão, ele foi esfaqueado várias vezes e acabou morrendo no local. O jovem morava no morro da Formiga, também na Tijuca, e foi enterrado neste domingo (24) no cemitério do Caju. A polícia está ouvindo testemunhas do crime e não descarta a possibilidade de briga entre grupos da Tijuca e do Estácio, dominadas por grupos rivais de traficantes. A Delegacia de Homicídios informou que nenhuma linha de investigação está descartada. Amigos da vítima já foram ouvidos no inquérito. Um deles também foi ferido e sofreu cortes na mão e na cabeça. Luiz Gustavo serviu o Exército, onde cumpriu o serviço militar obrigatório, e deu baixa recentemente. Ele deixa um filho de dois anos.