PUBLICIDADE
Topo

Temer: Brasil está agindo para esclarecer assassinato de estudante

26/07/2018 11h30

O presidente Michel Temer afirmou hoje (26) que o Brasil está tomando providências diariamente para que o assassinato da estudante brasileira em Manágua, na Nicarágua, seja solucionado o mais rapidamente possível. Depois de se reunir com chefes de Estado e de Governo em Joanesburgo, África do Sul, Temer enfatizou que não é possível admitir a morte da estudante sem tomar providências. "Nós estamos tomando todas as providências para solucionar o mais rapidamente possível. Não é possível que nós admitamos simplesmente a lamentável morte de uma brasileira sem que tomássemos providências. Providencias estão sendo tomadas diariamente", afirmou Temer. O presidente não detalhou quais seriam as medidas, mas disse que o caso já está sendo tratado pelo embaixador brasileiro no país onde ocorreu o crime, e pelo ministro interino das Relações Exteriores, Marcos Bezerra Abbott Galvão. A estudante brasileira Raynéia Gabrielle Lima foi morta na última segunda-feira (23) com um tiro no peito, em Manágua, capital da Nicarágua. O assassinato foi informado pelo reitor da Universidade Americana (UAM), Ernesto Medina, onde a brasileira estudava, e teria sido cometido por um grupo de paramilitares. Em nota, o governo brasileiro manifestou indignação e exigiu que as autoridades nicaraguenses mobílizem todos os esforços necessários para identificar e punir os responsáveis pelo assassinato.