PUBLICIDADE
Topo

Rio tem dois PMs mortos no dia, e número de assassinados chega a 80 no ano

José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo
Imagem: José Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo

21/09/2018 17h23

O subtenente reformado da Polícia Militar (PM) Sérgio Santana Cezar tornou-se o 80º militar a ser assassinato neste ano no Rio de Janeiro. Ele foi morto em uma tentativa de assalto nesta tarde em Jardim Gramacho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

De acordo com informações do 15º Batalhão de Polícia Militar (Duque de Caxias), testemunhas que estavam no local contaram que quatro criminosos em duas motos emparelharam com o carro do militar e fizeram vários disparos, sem chances de reação da vítima. 

Sérgio Santana foi baleado na cabeça e no tórax. Ele foi levado às pressas para o Hospital Moacir do Carmo, em Duque de Caxias, mas não resistiu aos ferimentos e morreu, logo após chegar ao hospital.

Na manhã desta sexta, outro militar havia morrido depois de permanecer dois dias internado em um hospital. O soldado Glauco Nunes da Cruz foi atingido na nuca na última terça-feira, foi operado, mas não conseguiu sobreviver.