Topo

Polícia busca 17 suspeitos de enviar armas e munições do MS para favelas do Rio

JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
03.dez.2018 - Movimentação na Cidade da Polícia, no Rio, durante ação da Polícia Civil e da PRF contra o tráfico de armas Imagem: JOSE LUCENA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

03/12/2018 07h52Atualizada em 03/12/2018 12h05

Policiais civis e rodoviários federais fazem nesta segunda-feira (3) uma operação contra o tráfico de armas e munições nos estados do Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul (MS). Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), estão sendo cumpridos 13 mandados de prisão no Rio e quatro em MS. Até as 12h, 11 pessoas haviam sido presas nos dois estados.
 
Além disso, estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão (14 no Rio e seis no MS).
 
De acordo com a PRF, um inquérito --conduzido pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos da Polícia Civil do Rio (Desarme)--identificou e indiciou 20 pessoas por suspeita de integrar organização criminosa que atua em vários estados.
 
O grupo é suspeito de enviar milhares de munições e centenas de armas de Mato Grosso do Sul para o Rio nos últimos meses. O arsenal tinha como destino comunidades controladas por uma das maiores milícias e traficantes de drogas da capital fluminense.

Participam da operação de hoje 80 policiais rodoviárias federais e 160 policiais civis dos dois estados.

*Colaborou Marcela Lemos, no Rio

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber