Topo

Mortes em confronto com a polícia aumentam 49% no Rio em julho

Wilton Junior/Estadão Conteúdo
Imagem: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

21/08/2019 21h08

As mortes em confronto com a polícia no Rio de Janeiro aumentaram 49% em julho, quando comparado ao mesmo mês de 2018 e 29% na comparação com junho. No mês passado, foram registrados 194 casos desse tipo, ou seis por dia, segundo dados foram divulgados hoje pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), do governo do estado.

O número de "mortes por intervenção de agentes do estado", como é tecnicamente chamado, chegou a um pico de 176 casos em agosto do ano passado, durante a intervenção das Forças Armadas na segurança do Rio, e vinha caindo, atingindo 88 mortes em dezembro de 2018.

No primeiro mês do governo de Wilson Witzel, que se elegeu prometendo um confronto direto com os criminosos, inclusive defendendo o abate de pessoas portando fuzis, as mortes em confrontos com a polícia subiram para 159 em janeiro, caindo de fevereiro a abril, mas tornando a subir a partir de maio.

Em outras categorias, os números do ISP mostraram uma forte redução nos casos de homicídios dolosos em julho, com o menor número de vítimas no estado desde agosto de 2015 (309), uma redução de 25% em relação ao mesmo período do ano passado e de 6% em relação a junho de 2019.

No acumulado do ano, foram registradas 2.392 vítimas, o menor valor para o período de janeiro a julho desde 1991. Em relação ao mesmo período do ano passado, a queda foi de 23%, ou 709 mortes a menos no estado, quando comparado com o mesmo período de 2018.

O indicador letalidade violenta, que abrange homicídio doloso, roubo seguido de morte, lesão corporal seguida de morte e morte por intervenção de agente do Estado, diminuiu 7% em julho quando comparado com o mesmo período do ano passado, mas aumentou 6% em relação a junho de 2019.

Nos roubos de rua, que inclui roubo a pedestre, em coletivo e de aparelho celular, a redução foi de 8% em julho, totalizando 10.071 casos, ou 335 roubos por dia. Os números completos podem ser acessados na página do ISP na internet.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Cotidiano