PUBLICIDADE
Topo

Troféu Super Vôlei abre temporada 2020/2021 com times da elite

28/10/2020 18h08

Quatro times entram em quadra na noite desta quarta-feira (28) pelo Troféu Super Vôlei, primeira competição que abre a temporada 2020/2021 da elite nacional do vôlei feminino. Sesc RJ Flamengo  e Fluminense duelam às 19h (horário de Brasília) , e Minas Tênis Clube x São Paulo/Barueri, às 21h30h, no Centro de Treinamento da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), em Saquarema (RJ).
O evento já começa na fase de quartas de final, pois substitui os playoffs da temporada passada da Superliga, suspensos em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A competição reúne os oito melhores times da última temporada até a interrupção:  Dentil/Praia Clube (SP), Sesc RJ Flamengo (RJ), Minas Tênis Clube (MG), Sesi Vôlei Bauru (SP), Osasco Audax São Cristóvão Saúde (SP), São Paulo/Barueri (SP), Fluminense (RJ) e Curitiba Vôlei (PR).

Todos os jogos ocorrerão no CT da CBV, em Saquarema (RJ). Levando em consideração a classificação em março, momento da interrupção, o torneio terá confrontos eliminatórios com cruzamento olímpico (1º x 8º, 2º x 7º, 3º x 6 e 4º x 5º). O primeiro jogo da noite colocará frente a frente as duas principais equipes do vôlei carioca pela segunda vez em menos de dez dias. Depois de se sagrar campeão estadual sobre o Tricolor, com uma vitória por 3 sets a 0, o Sesc RJ Flamengo parte em busca de mais um troféu. A equipe do técnico Bernardinho, uma das favoritas à conquista do torneio, deve ter a estreia da líbero colombiana Camila Gomez. A jogadora foi contratada para substituir a Natinha, que rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito e só deve voltar a atuar na próxima temporada.

Uma das apostas do Fluminense é a central argentina Julieta Lazcano. A capitã da Seleção nacional na conquista do bronze nos Jogos Pan-americanos de Lima (Peru) foi a principal contratação da equipe e já participou dos jogos do Tricolor no estadual. Além dela, o técnico Hylmer Dias aguarda as possíveis estreias das atacantes Dayse e Fernanda Tomé e da central Natasha. Em entrevista ao site oficial do Fluminense, o treinador falou sobre o momento da equipe. "Voltamos um pouco tarde por conta da pandemia e vamos correr atrás do tempo perdido. Estamos um pouco atrás dos adversários em relação a tempo de treinamento. Teremos que acelerar um pouco as coisas. Mas acredito que vamos chegar bem na Superliga".

Fechando a rodada dupla, o Minas pega o São Paulo. Depois de conquistar o título estadual na última quinta (22), o Minas Tênis aparece como um dos favoritos do torneio. As comandadas do técnico Nicola Negro venceram todos os adversários no estadual. Nos dois primeiros jogos, vitórias por 3 sets a 0 contra as equipes convidadas Brasília Vôlei e Country Club Valinhos. Na decisão, 3 sets a 1 no clássico contra o Praia Clube, em Uberlândia (MG). A central Thaísa foi escolhida a melhor atleta em quadra. "Estou um pouco sem ritmo de jogo, mas muito feliz e motivada. Este é só o começo na temporada e acredito que vamos evoluir bastante ainda. É sempre muito bom ganhar do Praia, principalmente jogando fora de casa. Agora vamos partir para os próximos desafios", revelou a bicampeã olímpica ao site do Minas Tênis Clube.

Enquanto isso, o São Paulo/Barueri, que caiu na semifinal do estadual diante do campeão Osasco, encara o desafio com uma equipe bastante jovem, média de apenas 21 anos de idade. Na última Superliga, o time estava em sexto lugar, quando o torneio foi paralisado. Dez atletas permaneceram no atual time tricolor:  a capitã Maira, a levantadora Jacke, as líberos Dani Terra e Nyeme, as centrais Diana e Larissa, a ponteira/oposta Jheovana, a oposta Kisy e as ponteiras Moara e Carol. O técnico segue sendo o tricampeão olímpico Zé Roberto Guimarães.

Próximas fases

Semifinal
30 de outubro de 2020
Jogo 5 - Vencedor do Jogo 2 x Vencedor do Jogo 3 - 16h30
Jogo 6 - Vencedor do Jogo 1 x Vencedor do Jogo 4 - 19h

Final
31 de outubro de 2020
Jogo 7 - Vencedor do Jogo 5 x Vencedor do Jogo 6 - 21h30