Topo

Um hamster fica ferido em CPI; outros quatro roedores são doados

2015-04-09T19:20:00

09/04/2015 19h20

Brasília - O incidente com roedores na CPI da Petrobras na manhã desta quinta-feira, 9, terminou com um animal ferido. Os outros quatro foram doados a deputados e seguranças da Câmara. Três esquilos-da-mongólia e dois hamsters se envolveram na confusão. Eles foram levados ao plenário por Márcio Martins Oliveira, funcionário da 2ª Vice-Presidência da Câmara, que foi exonerado.

De acordo com o deputado Ricardo Izar (PSD-SP), um hamster ficou ferido no peito e precisou ser levado a uma ONG para tratamento. O animal não corre risco de morrer. "Ele precisou apenas fazer um curativo para não lamber o ferimento", afirmou o deputado, integrante da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Animais.

O deputado ficou com um dos hamsters. Os esquilos-da-mongólia foram distribuídos ao deputado Laudívio Carvalho (PMDB-MG), também membro da Frente, e dois seguranças que trabalhavam na CPI no momento do incidente. Inicialmente, os animais ficariam sob custódia da Polícia Legislativa Federal como provas. "Mas eles já foram registrados e fotografados. A Polícia Legislativa foi sensata", afirmou Izar.

Mais Notícias