Topo

Secretário de Transportes diz que fechamento da Paulista aos domingos é "possível"

De São Paulo

2015-07-02T07:56:00

02/07/2015 07h56

O secretário municipal de Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, disse nesta quarta-feira (1º), que fechar a avenida Paulista para automóveis aos domingos e abri-la somente para pedestres, ciclistas e skatistas é "perfeitamente possível". A Prefeitura de São Paulo apresentou ao Conselho da Cidade os estudos técnicos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), com detalhes do teste realizado na via no domingo passado, durante a inauguração da ciclovia.

Na avaliação da gestão Fernando Haddad (PT), o bloqueio não trouxe transtornos para o trânsito da região. A decisão sobre o fechamento definitivo da Paulista ocorrerá neste mês, segundo o prefeito.

Caso o fechamento da via ocorra, a alternativa que vem sendo estudada para o Hospital Santa Catarina - cuja entrada principal fica na Paulista - é que, aos domingos, o acesso de ambulâncias e pacientes seja feito pela Rua Teixeira da Silva, entrada do pronto-socorro. Hoje, para o motorista que vem da Rua São Carlos do Pinhal, a conversão na Teixeira da Silva é proibida. A Prefeitura avalia alterar o sentido da via aos domingos, se houver bloqueio.

Em nota, o Hospital Santa Catarina criticou o fechamento da avenida, afirmando que causaria "sérios transtornos aos pacientes que necessitem de atendimento de urgência". A unidade sugeriu alternativa. "A melhor solução seria manter a Avenida Paulista liberada até o acesso da Teixeira da Silva, como já ocorre em grandes eventos."

Ampliação

Agora, o prefeito avalia ampliar para outros bairros a ideia do fechamento de vias importantes. A proposta foi sugerida pelo conselheiro Percival Maricato, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SP). Maricato propôs fechar vias em Ermelino Matarazzo, na zona leste, e Capão Redondo, zona sul. Segundo o conselheiro, Haddad afirmou na reunião que a proposta é interessante e deve ser estudada.

"(A ideia é) consultar os bairros para não ficar restrito ao centro, para que possa ser discutida nos bairros, onde falta até mais área de lazer", disse o prefeito Haddad.

A Prefeitura vai consultar as subprefeituras em busca de sugestões da população sobre avenidas que possam ser bloqueadas. Também avaliou positivamente a interdição do Minhocão no dia 20 de junho. No próximo sábado, será feito novo teste antes da decisão definitiva sobre o fechamento. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais Notícias