Número de mortos sobe 14,8% nas rodovias federais no feriado

São Paulo - O número de mortos em rodovias federais durante as festas deste fim de ano subiu 14,8% em comparação com o ano novo de 2015. Segundo balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgado nesta segunda-feira, 4, 147 pessoas perderam a vida entre 28 de dezembro de 2015 e 3 de janeiro deste ano - já entre 29 de dezembro de 2014 e 4 de janeiro do ano passado, foram 128 vítimas. A quantidade de pessoas feridas cresceu 5%: foram 2.073, ante 1.975 no fim de 2014.

Assim como nos outros anos, a principal causa dos acidentes foi a imprudência dos motoristas, de acordo com a PRF. Um terço das mortes nas rodovias federais é consequência de colisões frontais que, em sua maioria, foram causadas por excesso de velocidade ou ultrapassagens indevidas. A embriaguez dos motoristas também contribuiu para o alto número de batidas causadas por imprudência.

Embora os acidente graves - aqueles com morte ou ao menos um ferido com gravidade - tenham diminuído de 415 para 267, o balanço de 2016 aponta registros de múltiplos óbitos. Em destaque estão o Ceará, onde uma batida frontal resultou na morte de sete pessoas, e o Rio Grande do Sul, onde uma colisão entre dois veículos deixou quatro mortos e uma criança gravemente ferida. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos